Home » Visita de família e amigos, e as eleições

Visita de família e amigos, e as eleições

Às 3 horas ia chover. Disse o canal meteorológico português. (sim, também temos, o tempo não para). Já são quatro e meia, aliás, para quem quiser saber, o tempo certamente não para, e ainda não está chovendo.

Chamamos isso “chuva portuguesa”

“Não é tão mão, pois não?” dizemos, um pouco triunfantes, porque tudo bem, uma pessoa deve permanecer modesta, especialmente como emigrante em outro país, mas ainda é uma boa bola para chutar.

Com essa mudança climática, às vezes temos até menos pontuação do que lá no norte!

Era intenção do universo / de Deus / de Alá / de Jeová que pelo menos tivéssemos um bom tempo aqui no sul. Epa! Podemos ter algo também? O crescimento econômico é muito difícil cá, mas todo o resto está crescendo sem parar.

Era para começar a chover às 3, o que era muito apropriado. Para nós então. Porque minha irmã e seu marido, meu cunhado – que eu também conheço por quase toda minha vida consciente – foram se embora esta manhã com o seu carro de campismo, e logo depois levamos “o jovem Bart” * ao estação de comboio.

Uma semana antes, já havíamos nos despedido de minha outra irmã e da filha dela. A filha dela, que é apenas 9 anos mais nova que eu; tem que me chamar respeitosamente de “tia Ellen”.
Ela fez isso só uma vez. E tenho uma forte suspeita de que – na verdade – isso não foi tão respeitoso.

Estou começando na hora errada. Na verdade

É melhor começar a acenar em vez de acenar para fora. É uma época mais feliz. É uma pena que eu pratique a atenção plena e viva no AGORA, porque agora estou com problemas de saudade. Já faz muito tempo desde que eles chegaram, mas só recentemente saíram. E como disse minha outra irmã: “Pronto, esse não é o momento mais legal … pois não, despedir-se” seguido de um abraço com todos os tipos de encantamentos como: Dirija com cuidado, Cuidado, Cuide-se, velhinha, Cumprimenta e beijinhos para todos eles, e todo esse tipo de coisa.

Enquanto isso, uma velha amiga chegou com seus dois filhos

Estavam ali apenas alguns dias e suspiravam junto à churracqueira: “Ah, podíamos facilmente ficar aqui uma semana …” A amiga era dona de um guesthouse mais bonita de Coimbra durante anos, mas teve de voltar por causa da C-rise. (Sem link, porque sem ela o guesthouse não é mais divertido. A sério.)

Entre todos os atos, meu filho mais novo e eu também votamos

Como sabem, Portugal tem 3 níveis de governo: o presidente, o parlamento e o município. As últimas eleições são, portanto, muito importantes. É daí que vem o seu direito ao benefício, permissão do festival, lombas, e – em 2021 – o nível de vacinação.

Entre os cafés da manhã, almoços aconchegantes fora, churrascos e conversas-entre-tudo, eu investiguei em que uma pessoa poderia votar. Porque fomos registrados como eleitores! Fixe, conseguimos! Mas quem, como, onde, por quê?

Acabei no Volt. Partido europeu (ainda acho que a Europa é uma boa ideia, por mais que odeie toda aquela merda burocrática que eles espalham). Jovem, democrática, inclusiva, inteligente, uma festa para o futuro.

Quando finalmente chegamos ao lugar certo, vemos a forma de eleição, a escolha é entre: PS (Partido Socialista – a elite estabelecida), PSD (Partido Social-Democrática – a elite quase estabelecida), Chega (populistas – os próximos estabelecidos elite (medo emoji)), os comunistas (lembra-se?) e outro partido muito local que provavelmente já caiu no poço de esquecimento.

Epa.

Então, isso significa que posso votar no autarco que uma vez apareceu, prometendo que teríamos ciclovias, floreiras, bancos, paasadeiros, lombaslombaslombas, bermas floridas – ele apenas não disse em que ano.

Suspeito que tenha sido um ano de eleições. Eu não vi o este ano; é o último mandato – ou sou cínica?


Ou posso votar para o próximo deus (m/f) de uma das outras entidades (veja a lista acima) que provavelmente poderia fazer o mesmo.

Acho que não vou ver ninguém por um tempo; as eleições foram ganhas. (Quem se importa então?)

Conclusão: família e amigos vão, o autarco fica.

Epa.

* 1: você é realmente obstinado se ler este asterisco. Parabéns, sua inteligência está acima da média porque você é curioso. “O jovem Bart” difere de “Bart, o Velho”, “Bart, o escritor”, “Harley-Davidson-Bart” e “Engelbert-Bart”. Bart, o Velho, e o jovem Bart derrubaram um enorme e velho salgueiro juntos, mas essa é uma história completamente diferente.

2 thoughts on “Visita de família e amigos, e as eleições”

  1. Pingback: Os últimos campistas deste ano - Termas-da-Azenha

  2. Pingback: Já ouviu aquela piada dos painéis solares da EDP? - Termas-da-Azenha

Comments are closed.