Home » Um carro branco, um cinzento, ou melhor um preto?

Um carro branco, um cinzento, ou melhor um preto?

O automóvel é uma das coisas mais importantes que deve ter em Portugal.
Você será avaliado por seu carro. Basicamente, o mesmo em qualquer lugar. Pois não?

Por meio do seu carro você mostra quem é

Estava na Cooperativa (uma loja de artigos para criação), onde uma mulher falante conversava com o homem atrás do caixa sobre mim e as minhas compras. Ela achava que eu não entendia português por causa da minha aparência estrangeira, e ela achou minha compra de um machado, entre outras coisas, muito notável.

Ela também achou meu carro muito notável

(Minha linda Vannette vermelha! Ainda sinto falta dela!) Achei divertido, então deixei assim, olhando para os morangeiros como se estivesse um pouco distraída – com as orelhas bem abertas, claro.

O homem atrás do caixa também achou isso divertido e logo perguntou à senhora: “Mas sabe quem é esta senhora?” Bem, então é claro que não podia mais fingir que não entendia nada, e sorri vagamente na direção da senhora.

Não, ela não tinha ideia. Mas com um carro assim eu provavelmente …

O homem a interrompeu rapidamente, talvez para evitar pior: “Esta é a dona das Termas. Termas-da-Azenha ”- disse, quase triunfante. Ela parecia um pouco surpresa – “mas… com um carro assim…. vestido assim…. ” (Calças de trabalho, crocs, t-shirt simples, cabelo comprido) – isso não correspondia em nada com sua visão de mundo.

Donas de Termae devem estar vestidas em roupas caras, com um corte de cabelo adequado à sua idade e dirigindo por aí em um carro caro

Quase trocamos uma piscadela, o homem da Cooperativa e eu, se não fosse um pouco amistoso demais. Mas é claro que ambos pensamos que era igualmente divertido.

Ah, minha Vannette vermelha! Era mais sensato vendê-la e passar seus últimos anos na Nigéria. Espero que ela ainda está andando lá agora, com suas duas portas abertas para dar espaço a todas as pessoas, cabras e galinhas e compras.

Na semana passada voltei da Figueira e vi no estante (que fica num sítio excelente na segunda rotunda) uma carrinha Mercedes

Um carro antigo tão bonito, e o melhor: em verde menta. Felizmente há duas rotundas uma ao lado da outra, porque meu primeiro reflexo foi travar com muita força. Adoro carrinhas velhas – e esta é uma boa. Um Mercedes-Benz 207D.

Sabia que um amigo meu está procurando uma carrinha e adora clássicos como eu.

Legal enviar algumas fotos, talvez seja exatamente o que ele está procurando!

Impressionante, este carro. Grande. Eles já o transformaram em carro de campismo, mas muito básico. Dois sofás que podem ser usados como cama e uma kitchenette de canto. Só isso. De qualquer forma, abre possibilidades para continuar a seu gosto. Um painel solar no teto, um volante grande e robusto, quatro (!) pneus traseiros, e parece que não há nada de errado com o motor.

“Um Mercedes é de qualidade, não é?”, diz o concessionário com orgulho, “mesmo depois de 40 anos o motor ainda está bom. Sempre bem conservado … ”   Sim, pode ver que está, embora as borrachas tenham secado um pouco, o carro dá uma impressão radiante, embora precisa amor e atenção.

“Vou passar adiante”, digo, porque é claro que expliquei para que estou aqui. Não sei muito sobre carros, mas provavelmente este é um para um conhecedor. E meu amigo é exatamente isso.

E foi exatamente por isso que minha adorável Vannette vermelha teve que ir embora – a manutenção era feita por um mecânico que sempre chamámos de “Cara Risadinha” (parece-me claro porquê), e ele não era um trabalhador rápido, nem um bom organizador. Depois de alguns meses sem transporte (ele era então o único mecânico na área), o doloroso entendimento se aproximava cada vez mais.

Portanto, uma carrinha é coisa do passado para mim. Pena. Esses carros ainda têm personalidade.
Muito melhor do que toda aquela conformidade cinza e preto em todos os lugares …

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.